Profissionais da comunicação inovam em redes sociais

No mundo da web, pesquisa revela inovações dentro do twitter

Thais Módolo, aluna de Relações Públicas, pesquisa as inovações no trabalho dos profissionais de comunicação

Edição: Tatiane Hirata

Pauta: Beatriz Pozzobon

Reportagem: Cláudia Yukari Hirafuji

Sites de rede social são uma explosão em termos de popularidade. Alguns como Facebook, Twitter e Orkut entraram na lista anual divulgada pelo Google* dos sites que mais tiveram visitação. Essas redes estão em constante evolução e não param de crescer. O Brasil é líder em usuários. Só no Orkut os brasileiros correspondem a mais da metade de todos os cadastros**. O aumento da dependência das pessoas em relação às redes se encontra em vários segmentos. Na esfera empresarial os perfis passam a contar pontos na hora de um novo emprego. Na publicidade tornam-se muito úteis também. E, enfim, para os profissionais de comunicação o mundo virtual abre-se como um recurso imprescindível, uma ferramenta inovadora, útil e rápida. Segundo um levantamento da Hitwise***, as redes sociais são responsáveis por mais de 60% do tráfego na internet.

A estudante Thais Regina Módolo, que cursa o 3º ano de Comunicação Social-Relações Públicas na Universidade Estadual de Londrina (UEL), bolsista de Iniciação Científica da Universidade, trabalha no projeto “Recursos inovadores no trabalho dos profissionais de comunicação”, com a orientação da professora Dra. Maria Inês Tomaél, graduada em Biblioteconomia pela UEL, mestre em Educação pela UEL e doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Este projeto foi concluido em julho deste ano.

O estudo focava na maneira com que os profissionais de jornalismo e relações públicas estavam inovando na comunicação através das redes sociais. “Nós vimos que as pessoas estão usando mais o twitter (1) e inovando mais dentro dele” – afirma Thais Módolo – “esses profissionais costumam colocar, dentro desse meio, opiniões sobre algum acontecimento ou assunto, ou indicam algum artigo ou site. Segundo a estudante, essa rede faz com que as pessoas interajam, ou seja, quem escreve interage com quem lê. “Permite a formação de opiniões diferentes, pois o internauta não tem apenas uma fonte, ao contrário, possui um número vasto e diversificado de fontes para buscar informações. Assim, consegue obter a sua própria opinião e, ainda, escrevê-la no twitter”. A informação, conforme Thais Módolo, é disseminada melhor e mais rapidamente para mais pessoas. Proporcionando, portanto, mais acesso.

Os procedimentos metodológicos utilizados no estudo foram o mapeamento das atividades do profissional na internet e questionários aplicado a eles. De acordo com a graduanda, o mapeamento foi feito dentro da internet, com jornalistas e profissionais de relações públicas, em blogs, twitter, Orkut (2), facebook (3) e em outras redes. Feito o mapeamento, os dados eram colocados em uma tabela. Assim, depois da conversa com os profissionais e professores, o pressuposto foi confirmado: o twitter é a rede social que mais cresce atualmente.

“Achamos que haveria uma super inovação pelos profissionais, mas não houve. Não encontramos muitas inovações em diferentes redes. Muitos profissionais possuem Orkut, facebook, flickr (4), porém não são usadas como ferramenta profissional, apenas pessoal. Notamos que as empresas estão entrando somente agora no facebook, linkedin (5). Portanto, é o twitter que está fazendo mais sucesso ultimamente. Ele é a grande inovação”, conclui Thais Módolo.

*http://www.google.com/adplanner/static/top1000/

**http://www.cotidiano.ufsc.br/index.php?option=com_content&view=article&id=468%3Aexpansao-das-redes-sociais&Itemid=58

*** Líder global no mercado de inteligência competitiva, Hitwise é um serviço usado por empresas do mundo inteiro para orientar as melhores decisões de negócios on-line (http://www.serasaexperian.com.br/hitwise/)

(1) Twitter: rede social e servidor para microblogging que permite aos usuários enviar e receber atualizações pessoais de outros contatos (em textos de até 140 caracteres, conhecidos como “tweets”), por meio do website do serviço, por SMS e por softwares específicos de gerenciamento. Fonte: Wikipedia

(2) Orkut: rede social filiada ao Google, criada em 24 de Janeiro de 2004 com o objetivo de ajudar seus membros a conhecer pessoas e manter relacionamentos. Fonte: Wikipedia

(3) Facebook: rede social lançada em 4 de fevereiro de 2004. Foi fundado por Mark Zuckerberg, um ex-estudante de Harvard. Inicialmente, a adesão ao Facebook era restrita apenas aos estudantes da Universidade Harvard. Desde 11 de setembro de 2006, apenas usuários com 13 anos de idade ou mais podem ingressar.Os usuários podem se juntar em uma ou mais redes, como um colégio, um local de trabalho ou uma região geográfica. Fonte: Wikipedia

(4) Flickr: site da web de hospedagem e partilha de imagens fotográficas (e eventualmente de outros tipos de documentos gráficos, como desenhos e ilustrações), caracterizado também como rede social. Fonte: Wikipedia

(5) LinkedIn: rede de negócios fundada em Dezembro de 2002 e lançada em Maio de 2003. É comparável a redes de relacionamentos e é principalmente utilizada por profissionais. Fonte: Wikipedia

Créditos da foto: Cláudia Yukari Hirafuji

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: