Praça germânica apresenta a tradição alemã à Londrina

Arquitetas londrinenses vencedoras do ”Concurso Praça Oswald Nixdorf”  contam sobre a praça temática e a expectativa de sua construção

Teba Yllana e Yara Balboni com o troféu "Concurso Praça Germânica Oswald Nixdorf"

Edição: Beatriz Pozzobon
Pauta: Cláudia Yukari Hirafuji
Repórter: Yvi Leise Rosa 
O concurso de arquitetura paisagística da Praça Oswald Nixdorf, promovido pela Associação Teuto-Brasileira do Norte do Paraná e Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina, teve como vencedora a professora Teba Silva Yllana e coautoria de Yara Balboni, ex-aluna de arquitetura e urbanismo da Universidade Estadual de Londrina (UEL). A professora é mestre em Estruturas Ambientais Urbanas, pela Universidade de São Paulo (USP) e possui graduação  em arquitetura e urbanismo pela UEL.
A arquiteta Teba Yllana diz que, o fato de a praça ficar no caminho entre seu escritório e a Universidade, serviu de motivação para participar do concurso. “Achei que seria interessante montar uma praça no caminho, como tema de aula de paisagismo. Já temos a praça japonesa, o memorial do pioneiro e o espaço de praça é sempre muito bem-vindo na cidade. Como  elas são em homenagem às nossas comunidades formadoras, seria muito bom para a cidade que houvesse um espaço germânico”, descreve a professora. A ideia deu certo, e agora ela trabalha com os painéis do lançamento da pedra fundamental, evento que foi realizado no dia 15 deste mês.
Quanto à inspiração para o projeto, a professora lembra como a Alemanha e a cerveja despertaram o interesse. “Começamos através do lupulus ornamental, que foi a planta que deu partida no projeto do paisagismo. Mas, no primeiro momento, a estética alemã e a comunidade germânica serviram de inspiração”, relata. Segundo ela, o concurso já dava o direcionamento para o fato de a praça ser temática, portanto utilizaram a cerveja como tema e paisagem.
Yara Balboni explica que a obrigação era fazer uma praça rotária, mais parecida com  um jardim. “Era um espaço não para permanecer nele, mais como uma praça rotatória. Não é um local em que você tem bancos e passa o dia descansando”, relata. Quanto a esse assunto, Teba Silva Yllana diz que foi uma coisa que elas perceberam por terem estudado a legislação e os limites de rotatória, restrições e visibilidade.
Segundo as vencedoras, alguns itens eram obrigatórios na praça como o relógio do sol, o busto do pioneiro, a estátua do alemão Oswald Nixdorf – fundador da cidade de Rolândia – e um painel de fotos. “A gente acabou fazendo uma leitura de tudo que era necessário ter na praça. O busto, por exemplo, ficou ambientado em um fundo de vidro para remeter à transparência do copo, porque é uma praça temática. O espelho d’água amarelo, para a ideia do chopp, da cerveja”, afirma a ex-aluna Yara Balboni. Elas esclarecem que o espelho d’água não era um item obrigatório, mas casou a ideia de colocar a estátua do alemão sobre ele.  Também lembram que o projeto incluía a praça Nixdorf e a entrada da Fábrica 1 e devido a  isso, o painel de fotos já está localizado na rampa da cervejaria.
Teba Silva Yllana comenta que no dia do lançamento da pedra fundamental, será realizada uma corrida partindo da granja da família Nixdorf, localizada em Rolândia, a qual tem uma ligação muito forte com a época da Companhia de Terras do Norte do Paraná. “O evento de lançamento do projeto da praça será no dia 15 de maio, mas a construção da mesma só será possível por meio de patrocínios” explica.
A professora também lembra que Klaus Nixdorf, o presidente da Associação, é neto de Oswald Nixdorf, e teve a iniciativa da praça para promover o turismo alemão na cidade.
Yara Balboni finaliza dizendo que no dia do resultado do concurso, Sandra Jóia , diretora do Museu de Artes de Londrina, parabenizou às mulheres pelo espaço idealizado e comentou que o trabalho delas apresentava uma ligação entre todos os elementos visuais, de vegetação, de estética, transmitindo uma certa poética ao local. As arquitetas esperam que a Associação Teuto-Brasileira do Norte do Paraná consiga a verba necessária para que o projeto seja de fato implementado.
Crédito da foto: Yvi Leise Rosa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: