Composição de paisagem sonora urbana é tema de pesquisa na UEL

Projeto de pesquisa busca evidenciar a presença de musicalidade em paisagens sonoras urbanas por meio de composições realizadas a partir dos princípios da soudscape composition 

Edição e pauta: Paola Moraes
Reportagem: Ana Carolina Ferezini

“Onde se dá a passagem do sonoro ao musical?” A partir dessa indagação, a professora Fátima Carneiro teve a idéia de iniciar um projeto de pesquisa, no qual coloca alunos e professores envolvidos no processo de composição musical utilizando a escuta como ferramenta principal e dando aos ambientes uma nova perspectiva através da musicalidade. “A idéia principal do projeto é vivenciar composições poéticas a partir de paisagens sonoras.” – explica a coordenadora do projeto, professora do curso de Música da UEL, formadaem Artes Plásticaspela Universidade Estadual de Londrina (UEL), especializadaem Arte Educaçãopela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Comunicação e Semiótica pela Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), doutora em Música pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e pós-doutoraem Composição Musicalpela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Fátima Carneiro explica que o processo de composição da paisagem sonora, do inglês soundscape composition, inicia-se com a percepção do som de um ambiente urbano, que é captado por um gravador com um microfone específico. Esse material poderá ser modificado em estúdio, adicionando a ele instrumentos acústicos ou elétricos. Até mesmo a voz citando poesias pode ser incorporada. O formato das composições varia de acordo com o estilo de cada compositor. O artista não altera a paisagem em sua composição. Tem a preocupação de retratá-la exatamente como ela é. Dessa forma, o resultado desse ato composicional pode funcionar como registro das paisagens atuais e, com o passar dos anos servir de base para uma comparação com novas paisagens, informa a professora pós-doutora.

A coordenadora completa que a soundscape composition surgiu nos anos 70, quando, preocupado com a mudança da paisagem sonora de Vancouver em função da poluição sonora devido ao crescimento da cidade e ao aumento de automóveis circulando, o compositor canadense Murray Schafer, juntamente com outros compositores e pesquisadores ligados a música, começaram a mapear as paisagens sonoras urbanas da região, registrando-as através de gravações dos ambientes sonoros de diferentes locais. Esse movimento foi alastrando-se com a idéia de ecologia acústica – que estuda a relação entre o homem e o ambiente sonoro em que ele vive.

A pós-doutora conta que ao se inserirem profundamente nas paisagens, os pesquisadores se conscientizaram sobre os perigos trazidos pela poluição sonora e decidiram informar a população. Então, programas educativos foram criados nas rádios. De acordo com Fátima Carneiro, muito material começou a ser gravado pelos compositores que, encantados com as sonoridades produzidas pelas paisagens, passaram a utilizá-las em suas obras, surgindo a partir daí a soundscape composition. “A composição de paisagens sonoras nasce desse movimento preocupado com a ecologia acústica, e parte do ético para o estético, mas sem deixar o ético de lado.”, segundo a entrevistada.

A doutora garante ainda, que se pôde perceber com as experiências realizadas pelo projeto, que ao entrar em contato com as composições, e até mesmo no ato composicional, o sujeito, mesmo que leigo, passa a ver e observar a paisagem sonora de outra forma. Com isso, cria-se o hábito de prestar mais atenção em sonoridades que antes passariam despercebidas, e constatar que a linha que divide o sonoro do musical fica praticamente indiscernível.

O projeto iniciou-se em 2009 e teve seu término prolongado até agosto de2012. Acoordenadora do projeto, Fátima Carneiro, informou que os resultados – as composições realizadas durante esse período – deverão ser expostos em um evento idealizado pelo próprio departamento de música da UEL.

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: