Curso ressalva a importância da História em documento

A promoção do Centro de Documentação e Pesquisa Histórica (CDPH) teve a finalidade de discutir e orientar a respeito da documentação histórica e sua preservação

Fotos que provêm de doadores revelam os efeitos da deteorização pela falta de cuidados específicos

 

Edição e pauta: Paola Moraes
Reportagem: Nathalia Maciel

Foi realizado nos últimos dias 17 e 18 de maio, no Centro de Documentação e Pesquisa Histórica (CDPH), vinculado ao Departamento de História e ao Centro de Ciências Humanas (CCH) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), o curso “Organização e Preservação de Periódicos e Fotografias”. O coordenador da iniciativa é o professor Marco Antônio Neves Soares, graduado em História pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), onde concluiu também mestrado e doutoradoem História Social.

O curso, dirigido a 20 inscritos, entre eles alunos da área de humanas da UEL e profissionais interessados na preservação de documentos históricos, foi ministrado pelas funcionárias do CDPH Leila Bernardes Rosa e Laureci Silvana Cardoso, juntamente com os alunos estagiários Sara Vicelli de Carvalho e Alyson Ferraz de Barros, que cursam o último ano do curso de História da UEL.

Poline Fernandes Thomaz, aluna do curso de Arquivologia da UEL e participante do curso, em visita ao acervo do CDPH

Além de apresentarem as atividades realizadas pelo CDPH, que possui um vasto acervo documental público e privado, prioritariamente regional, e que serve a pesquisadores de diversas áreas e cursos da UEL, os ministrantes ressaltaram a importância dos materiais preservados enquanto fontes e objetos da História, produtos e produtores de memória. Entre eles podem ser encontradas fotografias, revistas extintas, jornais, teses, mapas e audiovisuais, resquícios do passado que na mão de historiadores são transformados em documentos.

“O curso é uma maneira de divulgar o CDPH. Muita gente, dentre os próprios alunos de História, não sabe da existência desse acervo”, disse a estagiária Sara Carvalho e acrescentou: “Grande parte das pessoas inscritas já atua na área da preservação documental, por isso o curso acaba promovendo também um intercâmbio de informação e de experiências que é muito válido”.

Orientaçõs práticas sobre restauração, preservação e fichamento dos materiais a serem arquivados. Na foto: Sara Carvalho com os alunos do curso

Técnicas de organização e acondicionamento, bem como práticas de manuseio, de fotografias e periódicos foram orientadas aos ouvintes do curso, que puderam conferir de perto os efeitos da deterioração causada pela falta de cuidados encontrada em materiais doados ao acervo.  A digitalização também teve o enfoque merecido, uma vez que evita o contato direto com o material a ser pesquisado. Conforme informaram as funcionárias, o CDPH disponibiliza em seu site algumas páginas digitalizadas pertencentes ao acervo e tem planos de digitalizar a Folha de Londrina desde o seu início, por volta dos anos 50, para que não se perca essa riqueza histórica local. Por conta da fragilidade do material, por enquanto está suspensa a consulta aos exemplares da Folha de até meados dos anos 70.

No cronograma do curso constava, além de discursos e demonstrações, uma visita guiada ao acervo do CDPH, tida como a parte prática do curso. Quando perguntado sobre o que motivou o curso, o coordenador esclareceu que o mesmo corresponde justamente à função que tem o CDPH, que, além da preservação e organização de arquivos, deve cumprir seu objetivo de promover a socialização do conhecimento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: