Semana Mundial do Aleitamento Materno de 2011 é celebrada no Hospital Universitário

O evento teve como objetivo discutir a importância do aleitamento materno e da comunicação como parte essencial em sua promoção, apoio e defesa

Pauta: Cláudia Hirafuji
Edição: Paola Moraes
Reportagem: Yudson Koga

A World Alliance for Breastfeeding Action (WABA) é uma rede mundial que reúne pessoas, instituições e outras redes que trabalham em prol da amamentação. Em 1992, a organização criou a Semana Mundial do Aleitamento Materno, que é comemorada anualmente de 1 a 7 de agosto em mais de 150 países, com o intuito de promover e defender o aleitamento. O tema deste ano foi “Fala Comigo! Amamentação – Uma Experiência em 3 Dimensões”, visando discutir as três dimensões de proteção, promoção e apoio à amamentação: tempo (o período de gravidez ao desmame), lugar (casa, comunidade, etc.) e comunicação (para compartilhar informações e dúvidas por diferentes meios).

      Em Londrina, a celebração da Semana se deu no Hospital Universitário (HU), e a programação contou com duas exposições: uma na entrada do hospital e outra na maternidade, com informações e fotos de mães internadas no HU amamentando seus filhos. Palestras foram realizadas diariamente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) neonatal, informando a respeito de todo o período pré-gravidez ao desmame e direitos garantidos pela Constituição. Vários vídeos educativos foram exibidos. Dentre eles, o vídeo do Ministério da Saúde, em que a madrinha da campanha deste ano, a atriz Juliana Paes, fala a respeito dos benefícios do aleitamento. No dia 05, foi feita uma dinâmica com as mães internadas sobre mitos e verdades, encerrando, assim, a programação dentro do HU. Foi um evento interno, para mães internadas com bebês na UTI e UCI neonatal e seus acompanhantes – quando alguma atividade estivesse sendo realizada no horário de visitas.

     Foi realizado também, por meio do Comitê de Aleitamento Materno (CALMA), o VIII Simpósio de Aleitamento Materno de Londrina e Região, no dia 04, apresentando palestras e mesas redondas e, tendo como público alvo, agentes comunitários, profissionais de nível superior, auxiliares, técnicos e estudantes de cursos da área de saúde.

Silvia Brochado, responsável pelo evento

      A programação no HU foi oferecida por meio da Divisão Materno Infantil, chefiada por Silvia Brochado, graduada em Enfermagem e especializada em Bioética pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), que explica: “O objetivo dessa Semana é divulgar a importância da amamentação para os bebês de 0 a 6 meses de idade e também alertar que, mesmo aos 2 anos, quando a criança passar a receber outra alimentação, deve-se continuar o processo de aleitamento.” E também destaca: “A comunicação, tema deste ano, é fundamental para alcançar pessoas que, em geral, são menos interessadas nessa questão, como, por exemplo, o pai. É muito importante a participação da família. O pai também precisa colaborar com a mãe, auxiliando-a no que for preciso. Caso ele não esteja ali do lado, ajudando-a, ela pode se desestimular, comprometendo assim o aleitamento. Por isso, precisa ser uma campanha que englobe a todos. Divulgamos o evento em blogs e até criamos uma página do Facebook, com informações a respeito.”

     Segundo Silvia Brochado, o leite materno é totalmente preparado e específico para os bebês. “Em sua composição há nutrientes, vitaminas, sais minerais, proteínas e anticorpos da mãe, que serão passados ao filho, impedindo que ele adoeça. O colostro, o primeiro leite que sai do seio materno, é rico em anticorpos e contém uma ação laxativa, que limpa e ajuda a amadurecer o intestino do bebê. Por isso é conhecido como uma ‘vacina natural’ e daí a importância da mãe amamentar seu filho logo após seu nascimento.”, explica.

      A enfermeira ressalva que projetos como esse são muito importantes, pois o índice de crianças alimentadas com leite materno está longe de alcançar os 100%, que é a meta do Ministério da Saúde: “No Brasil, estamos numa faixa de 41%. Aqui em Londrina, no ano de 2002, a taxa de crianças com até 6 meses de idade alimentadas com leite materno era de 21%. Em 2008, subiu para 33%. E em 2010, atingimos os 40%. É um crescimento razoável, mas que deve ser considerado como uma vitória. Não conseguimos mudar o pensamento da população de um dia pro outro, mas é um sinal de que as mães estão se conscientizando”, garante.

        Silvia Brochado termina a entrevista com otimismo: “O governo federal está muito empenhado em lançar várias campanhas e propostas para que a gente chegue ao índice de 100% de crianças alimentadas com leite materno.” Para exemplificar, ela cita o exemplo da lei 11.770/08, em vigência desde o ano passado, que prorroga a licença-maternidade de 120 dias para 180, e também uma norma técnica estabelecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), junto do Ministério da Saúde, que define as exigências técnicas para a instalação de salas de apoio à amamentação em empresas públicas e privadas. Essas salas são locais apropriados para as mães retirarem o leite durante o expediente de trabalho, armazenarem e levarem posteriormente para seus filhos. “Aos poucos estamos conquistando espaço para desenvolver essa questão do aleitamento materno. Não sei se chegaremos aos 100%, mas estamos trabalhando agora para futuramente colhermos os frutos”, finaliza.

Página do Facebook:http://www.facebook.com/pages/Aleitamento-Materno/258717447488414

Uma resposta para Semana Mundial do Aleitamento Materno de 2011 é celebrada no Hospital Universitário

  1. Terezinha disse:

    Eu amamentei meus filhos,e ´so posso elogiar este evento.Parabéns enfermeira Silvia.O Brasil precisa de iniciativas desta envergadura.Muito sucesso
    Terezinha Ramacciotti

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: